Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia - Mestre

Publicado 19 Dezembro 2018

Jardim Botânico da Universidade de Coimbra

Coimbra (Educação / Formação)


Anúncio para atribuição de Bolsa de Projetos de Infraestruturas de Investigação Científica


A Universidade de Coimbra abre concurso para atribuição de uma bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia, no âmbito do projeto nº 022168, PRISC, com a designação Infraestrutura Portuguesa de Coleções Científicas para a Investigação (POCI-01-0145-FEDER-022168), financiado pelo Programa Operacional de Competitividade e Internacionalização e Programa Operacional Regional de Lisboa, na componente FEDER, e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, I.P. (FCT) através de fundos nacionais (PIDDAC), com as seguintes características:


N.º de bolsas: 1.


Tipo de Atividade: Esta bolsa tem como objetivo a formação complementar do(a) bolseiro(a) na área da gestão de gestão de coleções de história natural, com ênfase na área da Botânica. Com base no Jardim Botânico e Herbário da Universidade de Coimbra, o(a) bolseiro(a) irá adquirir experiência em:

1. Formação complementar, em contexto prático, em curadoria e manutenção de coleções de plantas vivas;

2. Gestão de coleções vegetais, em contexto de Jardim Botânico histórico, incluindo em métodos e técnicas de avaliação fitossanitária de espécies arbóreas;

4. Articular com diferentes interlocutores e instituições relevantes;

5. Elaborar relatório final;

6. Disseminar informação no âmbito da diversidade vegetal contida no Jardim Botânico, participando em publicações científicas e de divulgação relacionadas;

7. Formação complementar em contexto prático que lhe permita a aquisição e desenvolvimento de competências essenciais ao desempenho futuro da atividade de investigação com elevado grau de autonomia e responsabilidade.


Financiamento: Programa Operacional de Competitividade e Internacionalização e Programa Operacional Regional de Lisboa, na componente FEDER, e Fundação para a Ciência e Tecnologia, I.P. (FCT) através de fundos nacionais (PIDDAC).


Destinatários da (s) bolsa (s): Pretende-se recrutar um(a) bolseiro(a) mestre na área da Biodiversidade. São fatores preferenciais conhecimentos nas áreas de: jardins históricos (manutenção de coleções históricas de plantas), formação avançada em Ciências Florestais (metodologias e taxonomia); Métodos e Técnicas de avaliação fitossanitária; conhecimentos em divulgação de conteúdos científicos para público em geral.


Local de realização da (s) Bolsa (s): Jardim Botânico da Universidade de Coimbra.


Duração da (s) Bolsa (s): 12 meses.


Renovação: Eventualmente renovável.


Orientação Científica: Doutor António do Carmo Gouveia e Professora Doutora Sílvia Raquel Cardoso Castro Loureiro.


Condições Financeiras da Bolsa: A bolsa ascende a ? 1.230,00 correspondente ao subsídio mensal de manutenção estipulado na tabela FCT. Este subsídio mensal será pago no final do mês, por transferência bancária (A este valor acresce o seguro social voluntário correspondente ao primeiro escalão, caso o candidato opte pela sua atribuição, bem como o seguro de acidentes pessoais). O valor da bolsa não aumentará ao longo de todo o período da sua duração.


Regime de Atividade: A atribuição da bolsa não gera nem titula uma relação de natureza jurídico-laboral, é exercida em regime de dedicação exclusiva. É atribuído ao Bolseiro o Estatuto de Bolseiro da UC, conforme disposto no Estatuto do Bolseiro de Investigação, e no Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., ambos na sua redação atual.


Método (s) de seleção: Avaliação curricular. Caso se verifique a existência de candidaturas ex aequo em primeiro lugar proceder-se-á à realização de entrevista de seleção.


Critérios de seleção e atribuição:

a) CURRÍCULO ACADÉMICO E CIENTÍFICO (50%):

  • CV (avaliação geral) (10%);
  • Nº de projetos em que esteve envolvido na área científica do projeto (20%);
  • Nº de publicações relevantes para a área científica do projeto (10%);
  • Carta de motivação (10%).

b) CONHECIMENTOS NA ÁREA DO PROJETO (50%):

  • Conhecimentos em manutenção de jardins históricos e coleções de plantas vivas (30%);
  • Conhecimentos em métodos e técnicas de avaliação fitossanitária de colecções arbóreas (10%);
  • Conhecimentos em divulgação de conteúdos científicos para o público (10%).

No caso de se verificar a existência de candidaturas ex aequo em primeiro lugar, a ponderação da

entrevista será:

c) Entrevista (30%):

  • Fluência (em português e em inglês) (10%);
  • Organização discursiva e clareza de ideias (10%);
  • Capacidade de comunicação (10%).

Formalização da candidatura: As candidaturas são formalizadas obrigatoriamente através do envio por correio eletrónico dos seguintes documentos em PDF: Carta de motivação, Curriculum Vitae, Cópia dos documentos comprovativos das habilitações literárias declaradas.

As candidaturas que não reúnam toda a documentação requerida no edital ficarão automaticamente excluídas do concurso.


Os candidatos com graus académicos obtidos no estrangeiro terão, obrigatoriamente, de apresentar os registos de reconhecimento desses graus e de conversão das respetivas notas finais para a escala de classificação portuguesa (sempre que ao grau estrangeiro tenha sido conferida uma classificação final), emitidos pela Direção-Geral do Ensino Superior ou por instituição de ensino superior público portuguesa (regime regulamentado pelo Decreto-Lei n.º 341/2007, de 12 de outubro) ou, em alternativa, apresentar o documento de reconhecimento/equivalência das habilitações estrangeiras às correspondentes habilitações portuguesas, emitido por uma instituição de ensino superior público portuguesa (processo regulado pelo Decreto-Lei n.º 283/83, de 21 de junho).


Envio da candidatura: As candidaturas deverão ser enviadas por email para: [email protected] .


Composição do júri de seleção: Doutor António do Carmo Gouveia, Professor Doutor João Carlos Mano Castro Loureiro e Professora Doutora Sílvia Raquel Cardoso Castro Loureiro.


Prazo para formalização da candidatura: Entre 09/01/2019 e 22/01/2019.


Data de Publicitação: 19/12/2018.


Data limite de candidatura: 22/01/2019.


Informações complementares: Os resultados da avaliação serão divulgados até 90 dias úteis a contar da data limite de submissão de candidaturas, através de envio de comunicação aos candidatos, via correio eletrónico. Após a divulgação dos resultados, os candidatos serão notificados para, caso pretendam, se pronunciarem em sede de audiência prévia no prazo máximo de 10 dias úteis após aquela data. Findo este prazo, os candidatos selecionados terão que declarar, por escrito, a sua aceitação e comunicar a data do início efetivo da bolsa. Salvo apresentação de justificação atendível, a falta da declaração dentro do prazo referido equivale a renúncia à bolsa. Em caso de renúncia ou desistência do candidato selecionado, será notificado o candidato imediatamente melhor classificado.