Bolsa de Investigação - Mestrado

Publicado 28 Maio 2018

Instituto Politécnico de Castelo Branco

Castelo Branco (Educação / Formação)


Bolsa de investigação para Mestre, no âmbito do Projeto PrunusBOT ?Sistema robótico aéreo autónomo de pulverização controlada e previsão da produção frutícola? (PDR2020-101-031372)
Encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 (uma) bolsa de investigação para Mestre no âmbito do Projeto de I&DT intitulado: ?PrunusBOT - Sistema robótico aéreo autónomo de pulverização controlada e previsão da produção frutícola?, com a referência PDR2020 101 031372, suportado e financiado pelo orçamento do programa PDR 2020.
Área Científica: Agronomia - Fruticultura
Requisitos de admissão: Os candidatos deverão possuir o grau de Mestre na área de Agronomia ou áreas afins (Produção Agrícola ou Vegetal), de preferência com conhecimentos/experiência em fruticultura. Deverão possuir também carta de condução.
Plano de trabalhos: Instalação e acompanhamento de ensaios em pomares de pessegueiros da região da Beira Interior, concelhos de Castelo Branco, Fundão, Covilhã e Belmonte. No conjunto das tarefas a desempenhar, destaca-se a necessidade de conhecimentos agronómicos, laboratoriais e informáticos no âmbito da produção frutícola, permitindo-lhe realizar e acompanhar técnicas culturais como colheita, caracterização da produção e avaliação de desempenho de equipamentos. Além disso, pretende-se também competências para a integração em trabalho de equipa pluridisciplinar, para recolher e tratar dados experimentais e para realizar de relatórios.
Legislação e regulamentação aplicável: Lei Nº. 40/2004, de 18 de Agosto, alterada pelo Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto, e alterado pelo Decreto-Lei nº 233/2012, de 29 de outubro e pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 09 de julho (Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica); Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, em vigor (www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2015.pdf).
Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), bem como em explorações frutícolas da Beira Interior, sob a orientação científica dos Professores António Maria dos Santos Ramos e Maria Paula Albuquerque Figueiredo Simões.
Duração da bolsa: A bolsa terá a duração de 12 meses, com início previsto em julho de 2018. O contrato de bolsa poderá ser renovado até ao máximo de 48 meses.
Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a 980,00 ? (novecentos e oitenta euros), conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://alfa.fct.mctes.pt/apoios/bolsas/valores. O pagamento será efetuado mensalmente por transferência bancária.
Métodos de seleção: O método de seleção compreende avaliação curricular e entrevista. Na avaliação curricular (AC), com uma ponderação de 60% da nota final, é considerada a formação académica indicada no item respeitante aos requisitos de admissão, tendo em consideração a nota final de licenciatura (NL), a nota final de mestrado (NM), a experiência e formação profissional (EFP) e a produção científica (PC), de acordo com a seguinte fórmula:
AC = NL×0,3 + NM×0,3 + EFP×0,2 + PC×0,2
A entrevista, para os candidatos que obtenham nota superior a 9,5 na avaliação curricular, contribui com uma ponderação de 40% da nota final.

Composição do Júri de Seleção: As candidaturas serão apreciadas por um júri constituído por:


Presidente ? Professor Doutor António Maria dos Santos Ramos
Vogal ? Professora Maria Paula Albuquerque Figueiredo Simões
Vogal ? Professora Maria Cristina Canavarro Teixeira
1º Vogal suplente ? Professor João Pedro Martins da Luz
2º Vogal suplente ? Professor José Sarreira Tomás Monteiro
Forma de publicitação/notificação dos resultados: O presente edital será tornado público nos sítios http://www.eracareers.pt/index.aspx e http://www.ipcb.pt/esacb/escola-superior-agraria. Os resultados finais da avaliação dos candidatos (avaliação curricular e entrevista) serão publicitados através de lista ordenada, por nota final obtida, afixada em local visível e público da Escola Superior Agrária do IPCB, sendo os candidatos notificados de decisão através de e-mail. Da decisão dos resultados pode ser interposta reclamação para o responsável do projeto, no prazo de 10 dias úteis contados a partir da data da notificação. Não havendo reclamações, os resultados provisórios tornar-se-ão definitivos.
Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 12 a 26 de junho de 2018. As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através de e-mail para aramos@ipcb.pt, indicando a referência ?Bolsa PrunusBOT?, acompanhadas dos seguintes documentos (em formato pdf):
  • Carta de motivação;
  • Curriculum Vitae detalhado;
  • Certificados de Habilitações;
  • Certificados de ações de formação e comprovativos de experiência profissional;
  • Carta de condução.