Bolsa de Investigação

Publicado 08 Janeiro 2019

Universidade de Coimbra

Lisboa (Educação / Formação)


Anúncio para atribuição de Bolsa de Investigação


A Universidade de Coimbra abre concurso para atribuição de uma bolsa de investigação, no âmbito do projeto POCI-01-0145-FEDER-030745 | PTDC/PSI-GER/30745/2017 - NETWORKTDCS, com as seguintes características:


N.º de bolsas: 1.


Tipo de Atividade: O Bolseiro irá realizar um conjunto de atividades que servirão de apoio à execução do projeto em epígrafe. Estas atividades incluem a recolha e análise de dados de neuroimagiologia por ressonância magnética, a implementação de técnicas de neuromodulação (TMS e tDCS); ajuda na coordenação do projeto bem como na escrita de outputs científicos. O bolseiro irá, também, apoiar toda a equipa nas restantes atividades, nomeadamente no que refere à apresentação de comunicações em eventos científicos nacionais e internacionais, e recolha e análise de bibliografia.


Financiamento: Projeto cofinanciado pelo COMPETE 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia I.P./MCTES através de fundos nacionais (PIDDAC).


Destinatários da (s) bolsa (s): Mestrado na área da Psicologia ou áreas semelhantes.


Local de realização da (s) Bolsa (s): Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.


Duração da (s) Bolsa (s): 12 meses.


Renovação: Eventualmente renovável.


Orientação Científica: Professor Doutor Jorge Manuel Castelo Branco de Albuquerque Almeida.


Condições Financeiras da Bolsa: A bolsa ascende a ? 980,00 correspondente ao subsídio mensal de manutenção estipulado na tabela FCT. Este subsídio mensal será pago no final do mês, por transferência bancária (A este valor acresce o seguro social voluntário correspondente ao primeiro escalão, caso o candidato opte pela sua atribuição, bem como o seguro de acidentes pessoais). O valor da bolsa não aumentará ao longo de todo o período da sua duração.


Regime de Atividade: A atribuição da bolsa não gera nem titula uma relação de natureza jurídico-laboral, é exercida em regime de dedicação exclusiva. É atribuído ao Bolseiro o Estatuto de Bolseiro da UC, conforme disposto no Estatuto do Bolseiro de Investigação, e no Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., ambos na sua redação atual.


Método (s) de seleção: Avaliação curricular (75%) e Entrevista (25%) ao dois candidatos melhores colocados após a avaliação curricular, desde que a sua classificação seja superior a 70 (escala de 0-100).


Critérios de seleção e atribuição:

1. A Avaliação Curricular incidirá em vários parâmetros (AC):

A. Conhecimentos comprovados de software de análise de dados imagiológicos (30%).

B. Conhecimentos comprovados em programação: Matlab, Unix, Python (30%).

C. Publicações relevantes na área do projeto (10%).

D. Na correspondência entre o perfil do candidato expresso na carta de motivação e os requisitos do projeto (30%).


2. A avaliação da Entrevista incidirá (ENT):

E. Na compreensão das capacidade técnicas do candidato ao nível da análise de dados de ressonância (60%).

F. Na compreensão das capacidade teóricas do candidato ao nível do conhecimento das questões teóricas centrais (40%).


A fórmula da classificação final (CF) é a seguinte:

AC = A* 30 % + B * 30 % + C * 10 % + D * 30%

ENT = F * 60% + G * 40%

CF= AC * 75% + ENT * 25%.


Formalização da candidatura: As candidaturas são formalizadas, obrigatoriamente, pelo envio de CV e carta de motivação onde explique claramente a adequação do candidato ao perfil pedido (esta adequação deverá ser explícita e abertamente descrita na carta de motivação). As candidaturas deverão ser redigidas em Inglês. Os CVs dos candidatos deverão mencionar 1 a 3 investigadores capazes de atuar como referências relativamente ao candidato.


Os candidatos com graus académicos obtidos no estrangeiro terão, obrigatoriamente, de apresentar os registos de reconhecimento desses graus e de conversão das respetivas notas finais para a escala de classificação portuguesa (sempre que ao grau estrangeiro tenha sido conferida uma classificação final), emitidos pela Direção-Geral do Ensino Superior ou por instituição de ensino superior público portuguesa (regime regulamentado pelo Decreto-Lei n.º 341/2007, de 12 de outubro) ou, em alternativa, apresentar o documento de reconhecimento/equivalência das habilitações estrangeiras às correspondentes habilitações portuguesas, emitido por uma instituição de ensino superior público portuguesa (processo regulado pelo Decreto-Lei n.º 283/83, de 21 de junho).


Envio da candidatura: As candidaturas deverão ser enviadas, por correio eletrónico, para o seguinte endereço: [email protected]


Composição do júri de seleção: Prof. Doutor Jorge Manuel Castelo Branco de Albuquerque Almeida, Doutor Qasim Bukhari, e Doutor Fredrik Bergström.


Prazo para formalização da candidatura: Entre 22/01/2019 e 04/02/2019.


Data de Publicitação: 07/01/2019.


Data limite de candidatura: 04/02/2019.


Informações complementares: Os resultados da avaliação serão divulgados até 90 dias úteis a contar da data limite de submissão de candidaturas, através de envio de comunicação aos candidatos, via correio eletrónico. Após a divulgação dos resultados, os candidatos serão notificados para, caso pretendam, se pronunciarem em sede de audiência prévia no prazo máximo de 10 dias úteis após aquela data. Findo este prazo, os candidatos selecionados terão que declarar, por escrito, a sua aceitação e comunicar a data do início efetivo da bolsa. Salvo apresentação de justificação atendível, a falta da declaração dentro do prazo referido equivale a renúncia à bolsa. Em caso de renúncia ou desistência do candidato selecionado, será notificado o candidato imediatamente melhor classificado.