Bolsa de Investigação - Licenciado/a

Publicado 15 Dezembro 2018

Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Lisboa (Administração / Secretariado)


Encontra-se aberto um concurso para a atribuição de 1 (uma) bolsa de investigação para Licenciado/a em Filosofia, no âmbito do projeto ?Critical Edition and Study of the Works Attributed do Petrus Hispanus? - Ref. FCT: PTDC/MHC-FIL/0216/2014 (http://ifilosofia.up.pt/proj/ph/project1) em curso na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), financiado pela FCT ? Fundação para a Ciência e Tecnologia, I.P., nas seguintes condições:
1. Área científica: Filosofia
2. Requisitos de Admissão

Podem candidatar-se todos os indivíduos maiores, detentores dos seguintes requisitos que deverão ser comprovados documentalmente:


a. Licenciatura em Filosofia;
b. Experiência de investigação na área de Filosofia.
Caso a habilitação tenha sido conferida por instituição de ensino superior estrangeira terá de ser reconhecida por instituição de ensino superior portuguesa, nos termos do disposto no Decreto-Lei n.º 341/2007, publicado no Diário da República, 1.ª série, n.º 197, de 12 de outubro, devendo quaisquer formalidades aí estabelecidas estar cumpridas até à data do termo do prazo para a candidatura.
3. Condições de preferência:
a. Experiência profissional em atividade de investigação;
b. Formação e experiências no tratamento eletrónico de textos latinos medievais;
c. Conhecimento aprofundado ou especialização em Filosofia Medieval.
4. Plano de Trabalhos
O/A bolseiro/a será responsável pela realização dos seguintes trabalhos:
a. Codificação html de textos de Petrus Hispanus para publicação em plataforma eletrónica;
b. Apresentação e publicação de resultados de pesquisa
c. Acompanhamento de organização de atividades de publicação e divulgação do projeto;
d. Colaboração nas atividades e com a equipa de investigação do projeto;
e. Preparação de relatórios.
5. Legislação e Regulamentação aplicável
Estatuto do Bolseiro de Investigação, aprovado pela Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, na redação atualmente em vigor e Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia em vigor (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/regulamento.phtml.pt).
6. Local de Trabalho
O trabalho será desenvolvido na FLUP, sob a orientação científica do Professor Doutor José Meirinhos, Investigador Principal (IP) do projeto.
7. Duração da Bolsa
A bolsa terá a duração de 4 meses, prorrogáveis no máximo até 4 meses, em regime de exclusividade.
8. Valor do Subsidio de Manutenção Mensal
O montante da bolsa corresponde a 745,00?, conforme a tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I. P., no País (https://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores). O pagamento será realizado pela FLUP por transferência bancária. Além deste subsídio, o/a bolseiro/a será abrangido por um seguro de acidentes pessoais.
9. Métodos de Seleção:
Avaliação Curricular (AC), que, caso o júri entenda necessário, poderá ser complementada por uma Entrevista (E) de seleção aos/às candidatos/as que obtenham até 80% dos pontos obtidos pelo/a primeiro/a classificado/a, também a entrevistar: 0,8*AC + 0,2*EP.
Caso a entrevista não seja realizada, a classificação final corresponderá à classificação obtida na AC.
A classificação na AC será obtida consoante os fatores e pesos abaixo identificados:
a. Experiência comprovada em atividades de investigação, tendo em conta o âmbito e os resultados das tarefas a executar (40%);
b. Plano de trabalho para a posição a que concorre (20%);
c. Apresentações em encontros científicos ou publicações na área de Filosofia e da Filosofia Medieval (20%);
d. Formação e experiência de codificação html de textos filosóficos medievais latinos (10%).
Com base na lista de seriação final será constituída uma lista de reserva, a qual será utilizada no caso de desistência do/a candidato/a classificado em primeiro lugar. Na eventualidade de nenhum dos candidatos demonstrar possuir o perfil indicado para a realização do plano de trabalhos o júri reserva-se o direito de não atribuir a bolsa a concurso.
10. Composição do Júri de Seleção:
Presidente ? Prof. Doutor José Meirinhos (Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade do Porto);
1º vogal efetivo ? Doutora Celia López Alcalde (Investigadora do Instituto de Filosofia da Universidade do Porto);
2º vogal efetivo ? Doutora Eleonora Lombardo (Investigadora do Instituto de Filosofia da Universidade do Porto);
1º vogal suplente ? Prof.ª Doutora Paula Oliveira e Silva (Professora Auxiliar da Faculdade de Letras da Universidade do Porto);
2º vogal suplente ? Doutor João Carlos Martins Rebalde (Investigador da Faculdade de Letras da Universidade do Porto).
11. Forma de Publicitação/Notificação de Resultados:
Os resultados finais da avaliação serão divulgados através do envio de ata(s) via correspondência registada para a morada indicada pelos/as candidatos/as no CV/Carta de Motivação. Quando o número de candidaturas for superior a 50, os/as candidatos/as serão notificados via email.
12. Forma de Apresentação das Candidaturas e Prazo de Candidatura:
As candidaturas deverão ser formalizadas, obrigatoriamente, através de e-mail para a Unidade de Planeamento, Contratação e Desenvolvimento do Serviço de Recursos Humanos do Centro de Recursos e Serviços Comuns da Universidade do Porto através do endereço eletrónico [email protected] com conhecimento para [email protected] de 7 a 18 de janeiro de 2019, indicando a refª do projeto ?FLUP | 1BI - Licenciado |Petrus Hispanus? acompanhadas da seguinte documentação, de apresentação obrigatória:
a. Carta de motivação dirigida ao IP do projeto (máximo de 300 palavras);
b. Curriculum vitae, com indicação do nome e morada completos;
c. Cópia do(s) certificado(s) da(s) habilitação(ões);
d. Comprovativos da experiência exigida;
e. Plano de investigação a desenvolver no âmbito do projeto (máximo de 600 palavras);
f. Quaisquer documentos que os candidatos entendam ser relevantes para apreciação do seu mérito.
Solicita-se que os comprovativos sejam anexados diretamente à mensagem de candidatura, sem recurso a links para plataformas/drives externas. De forma a garantir a leitura de todos os documentos o formato preferencial de gravação é o Portable Document Format (.pdf). Os ficheiros devem ser designados com o primeiro e último nome do/a candidato/a e não ultrapassar, no seu conjunto, 5 MB. Estes poderão ser comprimidos em formato .zip