Bolsa de Iniciação à Investigação; 1 vaga

Publicado 03-02-2021

Universidade do Minho/Centro ALGORITMI

Lisboa (Educação / Formação)


1. Descrição do cargo/posição/bolsa
1. Job description


Cargo/posição/bolsa:
Bolsa de Iniciação à Investigação; 1 vaga
Referência: IViSSEM-Ref14-BI
Área científica genérica: Engineering
Área científica específica:


Resumo do anúncio:
Encontra-se aberto concurso para atribuição de uma Bolsa de Investigação na Área Científica de Tecnologias e Sistemas de Informação no âmbito do projeto IVISSEM - 6.849,32 Journal Articles Everyday: Visualize or Perish!, POCI-01-0145-FEDER-28284, do Centro ALGORITMI da Universidade do Minho, financiado por fundos nacionais e europeus através da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (POCI).

Texto do anúncio

Encontra-se aberto concurso para atribuição de uma Bolsa de Investigação na Área Científica de Tecnologias e Sistemas de Informação no âmbito do projeto IVISSEM - 6.849,32 Journal Articles Everyday: Visualize or Perish!, POCI-01-0145-FEDER-28284, do Centro ALGORITMI da Universidade do Minho, financiado por fundos nacionais e europeus através da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (POCI), nas seguintes condições:

Referência Edital: IViSSEM-Ref14-BI

Área Científica: Tecnologias e Sistemas de Informação.

Destinatários: os candidatos deverão possuir, à data de candidatura, o grau de mestre em Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação, Tecnologias e Sistemas de Informação, Sistemas de Informação, Engenharia Informática ou área afim. À data da respetiva contratação, deverão os candidatos comprovar a inscrição num programa doutoral (na área ou área afim à solicitada em edital).

Será dada prioridade a candidatos com conhecimentos consolidados em:

a) modelação e desenvolvimento de aplicações informáticas;

b) tecnologias e sistemas de bases de dados SQL e NoSQL, Big Data, Data Mining e Machine Learning;

c) desenvolvimento Web (JavaScript, HTML, CSS);

d) domínios aplicacionais relacionados com a exploração de tecnologias e sistemas de informação ao serviço da comunicação científica.

Caso a habilitação tenha sido conferida por instituição de ensino superior estrangeira terá de ser reconhecida por instituição de ensino superior portuguesa, nos termos do disposto no artigo 25.º do Decreto-Lei n.º 66/2018, de 16 de agosto, que aprova o regime jurídico de reconhecimento de graus académicos e diplomas de Ensino Superior, atribuídos por instituições de ensino superior estrangeiras, e da alínea e) do n.º2 do artigo 4.º do Decreto-Lei nº 60/2018, de 03 de agosto, devendo quaisquer formalidades aí estabelecidas estar cumpridas até à data do ato de contratação. O reconhecimento de grau deve ainda incluir a respetiva conversão da classificação final obtida na habilitação estrangeira, para a escala de classificação portuguesa. Aos candidatos que não cumpram estas disposições, o júri atribuirá a classificação mínima (10 valores) no método de seleção relacionado com a componente avaliação curricular, de acordo com a escala de valores definida. Mais informação poderá ser obtida em: https://www.dges.gov.pt/pt/pagina/reconhecimento?plid=374

Elegibilidade dos candidatos: os candidatos deverão reunir as condições de elegibilidade previstas no artigo 9º do Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT I.P (2019).

Plano de trabalhos: o plano de trabalhos consiste na supervisão do desenvolvimento das várias componentes do protótipo IViSSEM, nomeadamente a componente backoffice e as duas de frontoffice (interface humana e máquina). Poderá ainda, ter de desenvolver algumas componentes mais críticas para o projeto, nomeadamente, a componente de reputação, relevância e de recomendação.

Este contexto de investigação é adequado para a concretização dos trabalhos conducentes ao grau de doutor.

O júri reserva-se o direito de não atribuir a bolsa no caso de não se apresentarem a concurso candidatos com perfil adequado.

Legislação e regulamentação aplicável: Estatuto do Bolseiro de Investigação, aprovado pela Lei nº 40/2004 de 18 de agosto, na redação atual publicada pelo Decreto-Lei nº 123/2019 de 28 de agosto; Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. - em vigor.

Unidade de acolhimento e Orientação científica: o trabalho será desenvolvido no Centro ALGORITMI, no campus de Couros da Universidade do Minho, sob a orientação científica dos Professores Jorge Oliveira e Sá e Pedro Sérgio Branco.

Duração da(s) bolsa(s): a bolsa terá a duração de 3 meses, com início previsto em março de 2021. A bolsa poderá ser renovada até ao término do projeto. Em nenhuma situação a bolsa poderá ultrapassar o limite máximo da duração do projeto e/ou da legislação aplicável.

Valor do subsídio de manutenção mensal: o montante da bolsa corresponde a 1.074,64 euros, conforme tabela de valores das bolsas da FCT, I.P. no País (Anexo I ? Tabela de subsídios mensais de manutenção do Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT I.P.

Composição do Júri de Seleção: Ana Alice Baptista (Presidente do Júri); Jorge Oliveira e Sá (Vogal Efetivo) e Pedro Sérgio Branco (Vogal Efetivo); Vogais Suplentes: José Luís Pereira e Mariana Curado Malta.

Em caso de impedimento do Presidente do Júri, este far-se-á substituir pelo primeiro vogal efetivo, sendo nomeado o vogal suplente para substituição do vogal efetivo.

Critérios e procedimentos de avaliação e seleção: a avaliação das candidaturas incidirá sobre o Mérito do candidato, aplicando-se os seguintes critérios de avaliação, valorados numa escala de 1 a 20 valores (ou outra escala):

Mérito do candidato - MC (100%):

a) Percurso académico que reflete as classificações finais dos graus académicos, licenciatura e mestrado, com uma ponderação de 40%

b) Experiência anterior na área da bolsa 30%

c) Currículo pessoal (que reflete o mérito académico e competências transversais), com uma ponderação de 20%

d) Carta de motivação, com uma ponderação de 10%.

A classificação final do mérito do candidato será obtida pela aplicação da seguinte fórmula:

MC=(a*0,4)+(b*0,3)+(c*0,2)+(d*0,1)

No processo de análise das candidaturas, o júri poderá recorrer a entrevistas individuais aos candidatos com melhor classificação, passando a ter uma ponderação de:

a) Mérito do candidato (MC): 60%

b) Entrevista (E): 40%


Na entrevista serão sujeitas a avaliação, as competências interpessoais (60%) e a relevância da experiência profissional para o exercício de funções (40%).

Os documentos comprovativos da titularidade de graus académicos e diplomas, ou do respetivo reconhecimento quando tenham sido atribuídos por instituições de ensino superior estrangeiras, quando aplicável para a tipologia de bolsa a concurso, podem ser dispensados em fase de candidatura, sendo substituídos por declaração de honra do candidato, ocorrendo a verificação dessa condição apenas em fase de contratualização da bolsa. Esta declaração deverá atestar factos ocorridos em data anterior à candidatura. Nas situações de divergência entre a informação constante da declaração e a documentação entregue para efeitos de contratualização de bolsa, apenas será considerada a informação constante nesta última. Caso se verifique que os documentos comprovativos da titularidade do grau académico e diploma, ou do respetivo reconhecimento nos termos do Decreto-Lei n.º 66/2018, de 16 de agosto, não correspondam às classificações atribuídas na avaliação do percurso académico e possam, consequentemente, alterar a seriação do candidato, não será efetivada a contratualização da bolsa.

Nota: Os candidatos com graus obtidos no estrangeiro deverão apresentar comprovativo do reconhecimento das habilitações em Portugal e conversão da classificação final neles obtida para a escala de classificação portuguesa ou declaração nos termos indicados no ponto anterior. Aos candidatos que não cumpram uma destas disposições, o júri atribuirá a classificação mínima na nota do curso de licenciatura e/ou mestrado, de acordo com a escala de valores definida.

Divulgação dos resultados: os resultados da avaliação, fundamentado em ata, será remetido aos candidatos através de correio eletrónico, até 90 dias úteis após a data limite de submissão de candidaturas.

Caso o resultado seja desfavorável à concessão da bolsa requerida, os candidatos têm um prazo de 10 dias úteis para se pronunciarem, querendo, em sede de audiência prévia aos interessados, nos termos do artigo 121º e 122º do Código do Procedimento Administrativo (DL nº 4/2015 de 7 de janeiro).

Procedimentos de reclamação e recurso: os resultados finais da avaliação serão publicitados através de lista ordenada (por nota final obtida), afixada em local visível e público da Unidade de acolhimento, bem como através de correio eletrónico a todos os candidatos, anexando-se, para o efeito, as atas com as deliberações do júri.

O candidato selecionado deverá manifestar por escrito a intenção de aceitação da bolsa. Em caso de não aceitação, a bolsa será atribuída ao candidato por ordem de seriação final.

Da decisão final pode ser interposta reclamação, no prazo de 15 dias úteis, dirigida ao Presidente do Júri. Os interessados poderão ainda apresentar recurso hierárquico facultativo, dirigido ao Sr. Pró-Reitor para a Investigação e Projetos, Professor Doutor Filipe Vaz.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: o concurso encontra-se aberto no período de 19 de fevereiro a 4 de março de 2021.

As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos: curriculum vitae; certificado de habilitações ou declaração do candidato; carta de motivação.

As candidaturas deverão ser remetidas por correio eletrónico para [email protected], indicando a referência do concurso em Assunto. Não serão admitidas candidaturas enviadas por outras vias.

Política de não discriminação e de igualdade de acesso: a Universidade do Minho promove uma política de não discriminação e de igualdade de acesso, pelo que nenhum candidato pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado ou privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical.


******************************************************************************************

Declaração de Honra

Habilitações académicas


Eu, (nome), candidato(a) à vaga para atribuição de uma (tipo de bolsa), no âmbito do projeto (nome ou referência do projeto), publicada no portal Eracareers, com a referência (ref. edital), declaro sob compromisso de honra que conclui o grau académico de (grau académico), habilitante à tipologia de bolsa a concurso, designadamente o curso (designação), pela XXXX (Universidade conferente de grau), na data XX/XX/XXXX[1], com média final de XX valores.

Por não me ser possível apresentar o comprovativo das habilitações até ao termo do concurso, declaro que me comprometo a apresentar o referido certificado na celebração do contrato de bolsa[2], no caso de ser selecionado para a vaga a concurso.


Por ser verdade, vai a presente declaração ser por mim datada e assinada.


(Local), (data).


__________________________

(nome)



[1] A declaração só poderá atestar factos ocorridos em data anterior à candidatura.

[2] Nas situações de divergência entre a informação constante da declaração e a documentação entregue para efeitos de contratualização de bolsa, apenas será considerada a informação constante nesta última.

*******************************************************************************************

Declaration of Honor

Academic habilitations


(name), applicant to the research fellowship vacancy under the I&D project (title or reference), published in the Eracareers portal, reference xxxx, hereby declares to have a degree on XXXX (name of the course), concluded in the University of XXXX, on the XX/XX/XXXX, with the final grade of XX.


I have submit my diploma for recognition in the University of XXXX, according to the Decree-Law nº 66/2018 of August 16th[3], concluded In the XX/XX/XXXX, with the final grade of XX.


I further declare that I undertake to present proof of my diploma recognition obtained under the Portuguese Law, until the date of the conclusion of the fellowship contract, in case of being selected for the vacancy in this competition.


As this is true, this declaration will be dated and signed by me.


(Place), (date).


______________________

(name)


_______________

[3] DGES (Foreign Degrees and Diplomas): https://www.dges.gov.pt/en/pagina/degree-and-diploma-recognition?plid=1536




Número de vagas: 1

Tipo de contrato: Informação não disponível

País: Portugal

Localidade: Guimarães

Instituição de acolhimento: Universidade do Minho/Centro ALGORITMI


Data limite de candidatura: 04 March 2021
(A data limite de candidatura deve ser confirmada no texto do anúncio)


2. Dados de contactos da organização
2. Organization contact data

Instituição de contacto: Universidade do Minho - Centro ALGORITMI

Endereço:
Campus Azurém
Guimarães - 4800058 Guimarães
Portugal

Email: [email protected]